Segunda, 28 de Setembro de 2020 00:33
(82)99621-8631
Política Eleições 2020

Têm início as convenções partidárias em Maceió

Partidos começam a oficializar seus nomes para concorrer à Prefeitura da capital alagoana; data-limite para os encontros é dia 16

11/09/2020 13h51
Por: Redação Fonte: Tribuna Hoje
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

A cinco dias do fim do prazo para realização das convenções partidárias, dentre os 11 pré-candidatos à Prefeitura de Maceió, apenas dois já homologaram suas candidaturas, Cícero Filho, do PCdoB, e Josan Leite, do Patriota. Os demais nomes estão com seus respectivos agendados até o próximo dia 16.

A candidatura de Cícero Filho foi oficializada na última quarta-feira (09). Essa é a primeira vez que ele disputa uma vaga para a chefia do Executivo da capital alagoana. A candidata a vice na chapa é Maria Yvone Loureiro, economista e funcionária pública aposentada. O partido terá 38 candidatos a vereador.

Já o Patriota oficializou na última segunda-feira (7) o nome de Josan Leite à Prefeitura de Maceió. Ele foi candidato a governador na última eleição pelo PSL, ficando em segundo lugar. Para a eleição municipal, Josan terá como candidata a vice na chapa, a engenheira e advogada Inês Falcão. Ele é um dos que irão colar sua imagem a do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O Progressistas (PP) irá homologar a candidatura do deputado estadual Davi Davino Filho como candidato a prefeito, neste sábado (12). A expectativa é em torno da escolha do nome do vice, que provavelmente será do PSL. O partido abriu mão da candidatura do policial federal Flávio Moreno para apoiar Davi Filho.

Quem já tem o vice definido, mas que ainda não homologou a sua candidatura é o MDB. A convenção do partido será realizada no dia 15 e confirmará o nome do ex-procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE), Alfredo Gaspar de Mendonça Neto. O vice escolhido é o ex-superintendente da SMTT de Maceió, Tácio Melo, do Podemos, que irá realizar sua convenção no dia 16.

O MDB tem até o momento em sua coligação os partidos PL e PSC, além, claro, do Podemos. A legenda comandada no estado pelo senador Renan Calheiros, aguarda ainda a decisão do PSD, do deputado federal Marx Beltrão, que deve definir o destino de seu partido nos próximos dias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.