Segunda, 28 de Setembro de 2020 00:33
(82)99621-8631
Dólar comercial R$ 5,55 0.8%
Euro R$ 6,47 +0.49%
Peso Argentino R$ 0,07 +1.02%
Bitcoin R$ 64.112,46 +1.479%
Bovespa 96.999,38 pontos -0.01%
Economia Economia

Endividamento do consumidor de Maceió recua pela primeira vez em 2020

Em agosto, houve queda de 2,63% no endividamento geral

14/09/2020 13h23
Por: Redação Fonte: Ascom Fecomércio/AL
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

Após sete meses seguidos de alta, os níveis de endividamento recuaram pela primeira vez no ano. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) realizada pelo Instituto Fecomércio AL, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), houve queda de 2,63% no endividamento geral, em agosto.

Com isso, na variação mensal, o número de endividados caiu de 219 mil para 213 mil pessoas. Redução também no volume de pessoas com contas em atraso, que ficou 9,48% menor, saindo de 92 mil para 84 mil. Seguindo a tendência, queda de 7% de inadimplentes, saindo de 53 mil para 50 mil pessoas nessa situação.

Embora na variação mensal tenha havido queda, no geral, o consumidor ainda está 11,67% mais endividado do que no mesmo período do ano passado e com mais contas atrasadas (0,64%), mas a inadimplência está 10,51% menor. Comparando a média nacional, os maceioenses estão 3,1 pontos percentuais (p.p.) mais endividados do que em outras capitais; 0,9 p.p. atrasando mais contas; e 4,5 p.p. mais inadimplentes.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.