Sexta, 30 de Outubro de 2020 03:41
(82)99621-8631
Geral Economia

Black Friday: Procon alerta sobre ações preventivas ao realizar compras

Os cuidados são necessários, já que, em anos anteriores, houve várias reclamações de consumidores sobre realizações de promoções avantajadas e falsas, além de publicidades enganosas

13/10/2020 15h52
Por: Redação Fonte: Ascom Procon AL
Divulgação/Assessoria
Divulgação/Assessoria

Há pouco mais de um mês para a realização da Black Friday - que, este ano, acontecerá em 27 de novembro -, O Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas (Procon/AL) alerta para a importância de redobrar os cuidados, apostando em pesquisas, antes de realizar as tradicionais compras.

Os cuidados são necessários, já que, em anos anteriores, houve várias reclamações de consumidores sobre realizações de promoções avantajadas e falsas, além de publicidades enganosas.

O Procon/AL orienta os consumidores alagoanos a pesquisas, desde já, sobre o produto ou serviço desejado, observando, por exemplo, suas características e funções.

Também é importante verificar qual o preço está sendo praticado hoje no mercado. Uma dica, nesse sentido, pode ser um print com os valores que estão sendo ofertados por determinado estabelecimento para, assim, utilizar como comprovação de questionamento futuros, caso seja necessário.

Outra orientação: antes de realizar alguma compra, seja ela em lojas físicas ou virtuais, é importante verificar os procedimentos para trocas e reclamações, ou seja, ficar atento à política de troca. Caso o direito de troca seja acertado previamente com o fornecedor, o consumidor deve exigir o registro por escrito, na etiqueta ou em nota fiscal.

Nas compras pela internet, o contrato deve ser disponibilizado antes de finalizar a transação e o consumidor deve imprimir ou salvar em seu computador a página do site com os dados.

“Pesquise, avalie, busque. Se for uma compra virtual, opte por sites confiáveis e de credibilidade, se for numa compra presencial, procure diversas lojas, não se deixe levar por promoções avantajadas demais, desconfie”, orienta o diretor-presidente do Procon Alagoas, Daniel Sampaio.

Daniel também conta que, geralmente no período de Black Friday, o Instituto recebe várias denúncias, o que demonstra que os consumidores estão cada vez mais atentos, e, quando verificam as irregularidades, eles acionam, sendo de tamanha importância para coibir os abusos e evitar que os cidadãos caiam em propagandas enganosas. E que, só com a interação dos consumidores e a conscientização dos fornecedores, todos irão adquirir produtos com valores que cabem no bolso e seguros.

Sampaio também reforça que o órgão está à disposição para receber e averiguar denúncias no dia em que o evento acontecer em Alagoas. O consumidor que encontrar alguma irregularidade, poderá fazer sua denúncia, reclamação ou sugestão por meio do 151 e pelas redes sociais – instagram, facebook e WhatsApp: 9 8876-8297, enviando fotos ou vídeos que comprovem a infração ao Código de Defesa do Consumidor – CDC.

Mercadoria devolvida

Em compras fora do estabelecimento comercial, existem suas peculiaridades, já que os consumidores têm o direito do arrependimento que são de sete dias, independentemente de defeitos ou vícios, já que nas compras virtuais eles não têm acesso aos produtos. Daí o CDC dá ao cliente o direito receber seu dinheiro de volta quando a compra não ocorrer em lojas físicas.

Já em compras feitas dentro das lojas físicas, os produtos que apresentarem defeitos e os fornecedores/vendedores ou fabricantes não encontrarem soluções dentro de 30 dias; os consumidores poderão escolher entre três opções: exigir sua troca por outro produto em perfeitas condições de uso, devolução integral da quantia paga, devidamente atualizada, ou o abatimento proporcional do preço.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.