Sexta, 30 de Outubro de 2020 04:14
(82)99621-8631
Geral Saúde

Uma semana após abertura, Hospital Regional da Mata já atendeu mais de 300 pacientes

Em funcionamento desde o último dia 06 em União dos Palmares, equipamento é referência para a III Região de Saúde, composta por 11 cidades

14/10/2020 13h57
Por: Redação Fonte: Agência Alagoas
Foto: Carla Cleto / Agência Alagoas
Foto: Carla Cleto / Agência Alagoas

Na primeira semana de funcionamento, o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares, atendeu 319 usuários, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) nesta terça-feira (13). Aberto para atendimento desde o último dia 06, o mais novo equipamento de saúde do Governo do Estado recebeu investimentos do Tesouro Estadual da ordem de R$ 32,3 milhões e já se transformou em referência para 265 mil habitantes da III Região de Saúde, composta por 11 municípios.

Do total de usuários assistidos entre os dias 06 e 12 deste mês, 68 receberam atendimento na Ala Pediátrica e os demais na Ala Adulto, sendo 159 pacientes do sexo feminino e 160 do masculino. A unidade teve uma média de 46 atendimentos por dia, dos quais sete foram na Área Vermelha, 207 na Clínica Médica, 84 na Ortopedia e 21 procedimentos cirúrgicos foram realizados.

Dos 319 usuários atendidos, 264 eram de União dos Palmares, 13 da cidade de Branquinha, 12 de Santana do Mundaú e dez de Maceió. Também foram assistidos nove pacientes de Ibateguara, seis de Murici, quatro de São José da Laje e um de Marechal Deodoro.

Além da população de União dos Palmares, os moradores de Murici, Branquinha, Santana do Mundaú, Ibateguara, Colônia Leopoldina, Novo Lino, Jundiá, Campestre, Joaquim Gomes e São José da Laje podem ser atendidos no novo equipamento de saúde, que recebe usuários encaminhados pelas unidades mistas e hospitais municipais de pequeno porte dos 11 municípios da III Região de Saúde.

Para isso, no entanto, é necessário que a Central de Regulação Estadual seja comunicada, visando organizar o fluxo e agilizar a assistência.

O único atendimento que tem demanda espontânea é o serviço de urgência e emergência, com porta aberta para os usuários, mas mediante classificação de risco, segundo prevê o Protocolo de Manchester, utilizado em unidades de saúde de todo o mundo.

Estrutura – Além de atendimento na área de urgência e emergência, o Hospital Regional da Mata disponibiliza uma unidade de internação, centro de diagnóstico, centro cirúrgico e assistência ambulatorial. O centro de diagnóstico conta com um laboratório que funciona 24 horas, além do serviço de tomografia computadorizada, Raios X e ultrassonografia abdominal total.

A nova unidade hospitalar tem 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 27 na enfermaria cirúrgica, 18 na obstetrícia e dez na pediatria, além de sete leitos de recuperação anestésica, divididos entre as quatro salas do centro cirúrgico.

Para o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, o Hospital Regional da Mata comprova que a regionalização da saúde é o caminho mais eficaz para assegurar assistência ágil e qualificada na região onde o usuário reside. “Com a nova unidade, os moradores dos 11 municípios que integram a III Região de Saúde não precisarão mais migrar até a capital, a menos que necessitem de assistência de alta complexidade especializada. Esse novo momento da saúde pública garante eficiência no atendimento aos moradores da Zona da Mata”, ressaltou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.