Quinta, 22 de Outubro de 2020 04:05
(82)99621-8631
Dólar comercial R$ 5,61 0.05%
Euro R$ 6,65 +0.35%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.18%
Bitcoin R$ 76.338,03 -0.849%
Bovespa 100.552,44 pontos +0.01%
Economia Economia

Em agosto, setor de serviços recua 1,3% em Alagoas

Na comparação com o mesmo mês do ano passado - agosto de 2019-, o recuo do setor foi de 23,4% em Alagoas

14/10/2020 14h49
Por: Redação Fonte: Ascom IBGE
Reprodução
Reprodução

O setor de serviços recuou 1,3% em Alagoas no mês de agosto, na comparação com julho, resultado que indicou perda após duas taxas positivas. Anteriormente, os avanços haviam sido de 3,8% e 8,4% nos meses de junho e julho, respectivamente. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o mesmo mês do ano passado - agosto de 2019-, o recuo do setor foi de 23,4% em Alagoas. No acumulado em 2020, frente a igual período do ano anterior, a queda no volume de serviços foi de 19,6%. Em doze meses, o volume de serviços caiu 15,1%.

No Brasil, o setor avançou 2,9% na passagem de julho para agosto, a terceira alta seguida, acumulando um crescimento de 11,2% nos três últimos meses. Já em relação a agosto de 2019, o volume de serviços recuou 10%, sexta taxa negativa seguida nessa base de comparação. No acumulado em 2020, a queda é de 9%. Em 12 meses, o recuo é de 5,3%, mantendo o indicador em trajetória descendente iniciada em janeiro e chegando ao resultado negativo mais intenso da série deste indicador, iniciada em dezembro de 2012.

“Apesar de três altas seguidas, o setor de serviços ainda está 9,8% abaixo do patamar de fevereiro (-1,1%)”, diz o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, ao analisar o cenário nacional, lembrando que a queda registrada em fevereiro não tem relação com a pandemia. “Esse recuo foi conjuntural e refletia, à época, uma acomodação do setor frente ao maior dinamismo apresentado no fim do ano passado. Portanto, os serviços acumularam na pandemia, entre março e maio, perda de 18,9%”, explica. 

Divulgada todos os meses, a PMS abrange cinco grupamentos de atividades da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0): serviços prestados às famílias (como alojamento e alimentação), serviços de informação e comunicação, serviços profissionais, administrativos e complementares, transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio e outros serviços.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.