Terça, 01 de Dezembro de 2020 17:18
(82)99621-8631
Geral Saúde

Novembro Azul: câncer de próstata atinge 65 mil brasileiros por ano e pode ser curado se for diagnosticado precocemente

Campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde do homem e necessidade da realização de exames preventivos

16/11/2020 16h35
Por: Redação Fonte: Ascom Hapvida
Foto: Ascom Hapvida
Foto: Ascom Hapvida

Novembro é o mês dedicado ao combate e conscientização do câncer de próstata. A doença, que atinge cerca de 65 mil brasileiros por ano, mata uma pessoa a cada 38 minutos no país, segundo dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Em 2020, o mundo foi surpreendido pela pandemia da covid-19 e, com ela, a diminuição do número de exames preventivos. Mas é importante que todos os homens continuem se cuidando, conforme explica o urologista do Hapvida Maceió, José Araújo.

FATORES DE RISCO E SINTOMAS

Não existe uma causa específica para o câncer de próstata, mas alguns fatores de risco podem deixar uma pessoa mais propensa a desenvolver tumores malignos. "Geralmente, a doença atinge homens com mais de 50 anos e que possuem histórico de câncer na família", diz o urologista.

O médico cita alguns hábitos que podem aumentar as chances de desenvolver a patologia, como o consumo de muita gordura animal, uso do cigarro, obesidade e ser de etnia negra.

De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de próstata pode não apresentar sintomas se estiver em estágio inicial. No entanto, alguns sinais mais comuns relatados pelos pacientes durante o estágio mais avançado da doença são: dor óssea, vontade de urinar com frequência, dor ao urinar, sangue na urina ou no sêmen e dormência nas pernas e nos pés.

DIAGNÓSTICO PRECOCE

Segundo o urologista do Hapvida Maceió, é importante que todos os homens a partir dos 50 anos visitem o médico anualmente para a realização dos exames preventivos. Isso porque, se o câncer de próstata for descoberto logo no início, há 90% de chances de cura.

Dr. José Araújo explica que o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) e o toque retal são os testes mais solicitados. Eles devem ser feitos a partir dos 45 anos, se existir histórico familiar da doença, ou a partir dos 50 anos, no caso dos homens que não possuam genética ativa para o câncer de próstata", diz o especialista.

PRECONCEITO AO TOQUE RETAL

Além do alerta para a doença, o Novembro Azul também chama atenção sobre a importância do homem assumir o protagonismo da própria saúde.

"Por muito tempo, a ideia de se cuidar esteve relacionada apenas às mulheres e o exame do toque retal está associado à perda da virilidade e masculinidade. Esse cenário está mudando aos poucos", acredita o especialista.

"Cuidar da saúde também é coisa de homem. Por isso, vamos vencer esta luta antes mesmo dela começar. Consulte o seu urologista regularmente", conclui o médico.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.