Sábado, 05 de Dezembro de 2020 03:19
(82)99621-8631
Geral Pesquisa

Pesquisa avalia o uso de informações na construção de políticas públicas

Questionários elaborados pelo Ipea, IDS e UFPE foram enviados a servidores e funcionários da Administração Pública Federal

18/11/2020 15h55 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Ipea
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Institute of Development Studies (IDS/Reino Unido) e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) estão realizando uma consulta, via formulário eletrônico, a servidores e funcionários da Administração Pública Federal direta e indireta. O questionário é parte de uma pesquisa que busca compreender a percepção da alta burocracia acerca do que informa a tomada de decisões e a produção das políticas públicas em todas as suas etapas de formulação, implementação, monitoramento e avaliação. O prazo para envio das respostas é 04 de dezembro.

A pesquisa tem como coordenadora Natália Koga, do Ipea, e integra o projeto intitulado O Que Informa as Políticas Públicas: o uso e o não uso de evidências pela burocracia federal, que teve início em julho do ano passado. “O importante é entender os tipos de fontes de informação utilizadas pelos dirigentes públicos nas diferentes áreas de políticas públicas, assim como os tipos de uso que os dirigentes dão a essas fontes e seu contexto de utilização”, destacou Koga.

O projeto também contribui para a análise sobre o modo como o Estado brasileiro, em especial o Executivo federal, define suas políticas. “Entendemos que o contexto da Covid-19 tem suscitado diversas questões nesse sentido. A fase atual da pesquisa é fundamental porque ela já é um desenvolvimento de outras experiências de survey, além de focar em um perfil de burocrata que tem muita influência nas decisões governamentais”, concluiu a pesquisadora do Ipea.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.