Sábado, 05 de Dezembro de 2020 22:06
(82)99621-8631
Polícia Polícia

PRF prende um homem por crime de receptação na BR 316

O veículo estava adulterado com outra placa e o original tinha queixa de apropriação indébita na Bahia

20/11/2020 09h41
Por: Redação
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

Policiais Rodoviários Federais prenderam um homem, na noite de ontem (20), por crime de receptação de veículo. O flagrante aconteceu no km 253 da BR 316, município de Pilar/AL.

Com apoio da Polícia Civil da Bahia, através Delegacia de Roubos e Furtos e da PRF da Bahia, foram fornecidas informações de um veículo com suspeita de adulteração de sinais identificadores, o chamado “clone”, rodando nas proximidades da cidade de Pilar. 

Era por volta das 20 horas, quando a equipe de policiais fazia fiscalizações no trecho e visualizou o referido veículo. No entanto, o condutor ao perceber a presença da polícia fugiu por um conjunto habitacional da cidade e após alguns quilômetros de acompanhamento foi realizada a abordagem ao veículo FIAT/ARGO, de cor prata e placa de Lauro de Freitas/BA. 

Após a análise da documentação pessoal e do carro, o condutor foi perguntado sobre a procedência do veículo. O homem demonstrou bastante nervosismo e informou que havia adquirido o carro por R$ 9.000,00 (nove mil reais), em janeiro de 2019.

Desconfiados, os policiais realizaram uma verificação dos sinais identificadores do veículo, sendo possível chegar ao original, que se tratava do mesmo modelo e cor, com outra placa, na qual pertencia a uma locadora. Em contato com o responsável, descobriu-se que o veículo havia sido locado em 02/11/2018 na cidade de Salvador/BA e até o momento não tinha sido devolvido.

Diante dos fatos, o homem de 30 anos foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Maceió, juntamente com o veículo. Ele deverá responder pelo crime de receptação (art. 180 do CP).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.