Quarta, 20 de Janeiro de 2021 23:33
(82)99621-8631
Polícia Brasil

PMs brigam no centro de SP; policial apontou arma para o rosto do colega; vídeo

O desentendimento ocorreu na esquina das ruas dos Timbiras e Santa Ifigênia

04/12/2020 16h58
Por: Redação
Reprodução
Reprodução

Dois policiais militares em serviço protagonizaram hoje em público, em frente a pedestres, uma briga no centro da capital paulista. Um PM chegou a apontar a arma da corporação para o rosto do colega de farda. Ninguém ficou ferido.

O desentendimento ocorreu na esquina das ruas dos Timbiras e Santa Ifigênia. O local é um dos principais pontos da capital paulista do comércio popular de tecnologia. O local estava cheio no momento da briga.No início da tarde de hoje, dezenas de vídeos feitos por pessoas que estavam passando no local flagraram a briga. Enquanto um dos PMs aponta a arma para o colega, pessoas gritavam: "mata ele", "pega ele!" e "atira na bunda dele!".

Em dado momento, o policial que estava com a arma apontada para o rosto tenta desarmar o colega de farda. Nesse momento, as pessoas que assistem à briga se distanciam, assustadas, e as gravações tremem ou param de ocorrer.

De acordo com registro interno da ocorrência, obtido pelo UOL, o soldado Felipe do Nascimento, lotado na 2ª companhia do 13º batalhão, que havia saído para o almoço, demorou para retornar.

Quando retornou, o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias, lotado na 3ª Companhia do 7º batalhão, que estava no posto, cobrou pela demora e afirmou que reportaria ao sargento, pois não conseguiria mais almoçar.

Neste momento, ainda segundo o registro, o soldado Nascimento sacou a arma para o cabo Simão e começou a ameaçá-lo. Todos os PMs foram para a sede do 7º batalhão após o ocorrido. A ocorrência foi registrada internamente como "desinteligência entre PMs escalados".

A Polícia Militar informou que os PMs que aparecem nas imagens foram "identificados e imediatamente retirados de serviço". A corporação disse também que o "Comando do Policiamento local está adotando as providências cabíveis em relação aos fatos".

Clique aqui e confira o vídeo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.