Terça, 26 de Janeiro de 2021 15:44
(82)99621-8631
Geral Em São Paulo

Lewandowski impede Bolsonaro de tomar seringas de Doria

A Procuradoria-Geral paulista entrou com ação no STF na noite de quinta (7).

08/01/2021 11h02
Por: Redação Fonte: O Antagonista
Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet

Ricardo Lewandowski acaba de proibir o Ministério da Saúde de requisitar seringas e agulhas compradas pelo governo de São Paulo.

A Procuradoria-Geral paulista entrou com ação no STF na noite de quinta (7) para garantir o recebimento das agulhas e seringas que o governo Doria comprou para a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Lewandowski escreveu que “os produtos requisitados [pelo governo federal] já foram objeto de contratação e empenho pelo Estado de São Paulo, visando, justamente, o uso nas ações de imunização contra a COVID-19 a serem empreendidas por aquele ente federativo”.

“Observo, ademais, que a incúria do Governo Federal não pode penalizar a diligência da Administração do Estado de São Paulo, a qual vem se preparando, de longa data, com o devido zelo para enfrentar a atual crise sanitária”.

Situação semelhante pode acontecer com as vacinas do Instituto Butantan. Ontem, o Ministério da Saúde fechou contrato para comprar toda a produção, inviabilizando o plano de imunização estadual.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.