Domingo, 28 de Fevereiro de 2021 18:28
(82)99621-8631
Dólar comercial R$ 5,61 1.659%
Euro R$ 6,77 +0.77%
Peso Argentino R$ 0,06 +1.57%
Bitcoin R$ 269.474,17 -2.794%
Bovespa 110.035,17 pontos -1.98%
Economia Economia

Auxílio emergencial: 40 milhões devem receber nova rodada do benefício

A projeção da pasta é realizar um filtro do programa, com foco na população que pertence às camadas mais baixas de pobreza

15/02/2021 11h15
Por: Redação
Reprodução
Reprodução

A nova rodada do auxílio emergencial prevista para 2021 deve atingir mais de 40 milhões de brasileiros, segundo divulgado pela Folha de S.Paulo. O número é 8 milhões a mais do que o previsto no dia 4 de fevereiro pelo ministro da economia, Paulo Guedes – no entanto, menor do que os 67 milhões de beneficiários no ano passado.

A projeção da pasta é realizar um filtro do programa, com foco na população que pertence às camadas mais baixas de pobreza. A quantidade de pessoas a receber o auxílio deve incluir os beneficiários do programa Bolsa Família.

Os valores podem ficar entre R$ 200 e R$ 250 por beneficiário. Além disso, a equipe econômica também estuda eliminar o pagamento em dobro para mães solteiras, realizado em 2020.

Ainda de acordo com a reportagem, o custo do auxílio emergencial em 2021 seria entre R$ 8 bilhões e R$ 12,5 bilhões por mês. O Ministério da Economia afirma, ainda, que o programa pode durar três ou quatro meses. Com isso, o governo pagaria entre R$ 24 bilhões e R$ 50 bilhões pelo benefício. No ano anterior, o montante gasto foi de R$ 322 bilhões.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.