Domingo, 11 de Abril de 2021 06:41
(82)99621-8631
Geral Páscoa

As vésperas da Páscoa, empreendedores esperam lucrar mesmo com cenário desafiador

Para superar mais uma Páscoa na pandemia, pequenos empreendedores adotam produtos de menor valor e variedade no cardápio

01/04/2021 15h45 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Foto: Alexandre Vieira
Foto: Alexandre Vieira

Por: Alexandre Vieira

Faltando alguns dias para o domingo de Páscoa, empreendedores do segmento de doces e bolos ainda estão a todo vapor. Em um cenário pandêmico e para lucrar em 2021, os trabalhadores tiveram que surpreender os clientes com o cardápio e começar a divulgação o quanto antes.

Em 2020, a Páscoa foi a primeira data comemorativa impactada pelo início das medidas de isolamento social para conter o avanço da Covid-19. Havia um clima de incertezas de como seria o consumo na data. Um ano depois, o cenário ainda é bem parecido.

Desde 2015 no mercado de doces, Ellen Alves, proprietária da Tal Mãe, tal filha Gourmeteria (@talmae.gourmeteria) ao lado de sua mãe, diz que houve aumento nos pedidos, mas que o momento em que vivemos está afetando o comércio dos produtos.

"Os pedidos aumentaram porque o desemprego aumentou. Dessa forma, as pessoas procuram produtos mais baratos que os encontrados em lojas de grandes marcas. Porém, existem algumas dificuldades. A maior que encontramos foi manter o equilíbrio financeiro. Diante do cenário que estamos, muitos produtos essenciais para o preparo dos chocolates tiveram um aumento de valor. Alguns produtos subiram muito. Com isso, tivemos que alterar o preço de todo o cardápio para o consumidor final, da matéria prima do produto até a embalagem", disse Alves.

Alimentos e bebidas tiveram um aumento de 14% nos preços em 2020. Foi o grupo que mais contribuiu para a inflação acumulada no ano passado. Por isso, é natural que os confeiteiros – amadores e profissionais –  pensem em aumentar o preço de seus produtos. Outras dificuldades enfrentadas pelos comerciantes, além da inflação dos produtos, são a expectativa de consumo menor e restrição do comércio. 

Além do controle do fluxo de caixa, uma das maiores dificuldades de quem aposta nos ovos de chocolate é a gestão de estoque. Fica ainda mais difícil ter controle total dos suprimentos em tempos de isolamento social, quando alguns fornecedores podem deixar de trabalhar. 

Variedade no Porftólio

Um jeito para driblar as dificuldades e deixar a Páscoa mais doce é inovar no portfólio. Com preços que variam de R$ 2 a R$ 50, o cardápio da gourmeteria está bastante variado em 2021, com trufas, pudim, bolos de pote, taças gourmet e bolos de variados tamanhos. "A meta é ter um menu para todos os gostos e necessidades”, comenta Ellen.

Há ainda outra oportunidade: focar nas crianças. Elas estão em casa e não vão a locais onde poderiam receber presentes, como escolas e igrejas. Portanto, mesmo os pais que não têm esse costume, podem considerar comprar chocolates para os filhos nos próximos dias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.