Domingo, 11 de Abril de 2021 07:46
(82)99621-8631
Geral INVESTIMENTO

Governador assina, nesta terça (6), ordem de serviço para construção de mais dois CISPs

Novas unidades serão construídas nos municípios de Palmeira dos Índios e Novo Lino e garantirão reforço no policiamento das regiões

05/04/2021 09h28
Por: Redação Fonte: Agência Alagoas
Agência Alagoas
Agência Alagoas

O governador Renan Filho e o secretário da Segurança Pública Alfredo Gaspar, autorizam, nesta terça-feira (06) às 10h, o início das obras de dois Centros Integrados de Segurança Pública (CISP), que serão construídos nos municípios de Palmeira dos Índios e Novo Lino. A assinatura das Ordens de Serviço acontece no Salão de Despachos, no Palácio República dos Palmares, no Centro.

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP) dá prosseguimento à renovação das estruturas prediais que comportam as forças de segurança e, assim, garantem mais presença policial no interior do estado.

Em Novo Lino será construído um Centro Integrado do tipo 01, que comporta uma companhia da Polícia Militar e uma delegacia da Polícia Civil. A unidade terá salas e dormitórios específicos para cada força policial, garantindo melhores condições de trabalho para os policiais. Ao todo, serão investidos R$ 1,8 milhão de recursos próprios.

Já Palmeira dos Índios passará a contar com um CISP tipo 02, com um investimento de R$ 8,5 milhões de recursos do Tesouro Estadual na construção da unidade. O CISP tipo 02 tem maior capacidade que os do tipo I e foi concebido para atender as demandas das cidades mais populosas e que possuem localização estratégica para as políticas e ações da Segurança Pública. O equipamento tem um total de 1.380 metros e funcionará 24 horas por dia.

Os agentes da PM e da Polícia Civil também serão beneficiados com um ambiente de trabalho moderno, espaçoso e que melhora as condições de trabalho. A PM, por exemplo, possuirá salas para os setores de inteligência, planejamento de operações, postos de identificação, centro de operações (COPOM), vestiários, sala de reunião, reserva de armas e depósito.

Já a Polícia Civil terá salas para o chefe de operações, para cartórios distrital e regional, depósito, alojamentos, vestiários e sala de reunião. Além disso, há os espaços compartilhados, como recepção, copa, sala para confecção de boletim de ocorrência, auditório e refeitório.

O local tem capacidade para 32 presos, divididos em cinco celas para detentos do sexo masculino, feminino e para adolescentes. O número é quatro vezes maior que o do Cisp tipo I. Há ainda uma sala de identificação utilizada pela Polícia Civil na confirmação de identidade de suspeitos de crimes, sem que eles tenham qualquer contato com as testemunhas.

Ao todo, Alagoas já conta com 27 Centros Integrados em funcionamento nos municípios de Murici, São José da Laje, São José da Tapera, Girau do Ponciano, Ouro Branco, Cajueiro, Igaci, Viçosa, São Luís do Quitunde, Junqueiro, Pão de Açúcar, São Miguel dos Milagres, Mata Grande, Batalha, Major Isidoro, Messias, Teotônio Vilela, Campo Alegre, Pilar, São Sebastião, Taquarana, Marechal Deodoro, Maribondo, Lagoa da Canoa, Coruripe e Joaquim Gomes.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.