Domingo, 25 de Julho de 2021 09:35
(82)99621-8631
Dólar comercial R$ 5,2 -0.05%
Euro R$ 6,12 -0.05%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.06%
Bitcoin R$ 189.741,74 +5.377%
Bovespa 125.052,78 pontos -0.87%
Economia Economia

Conta de luz em Alagoas fica mais cara com reajuste anual

Alagoas e mais 13 estados estão entre os que tiveram o reajuste tarifário

20/07/2021 07h42
Por: Redação
Reprodução
Reprodução

A grave seca no país neste ano deixou a energia elétrica mais cara. Neste mês, a bandeira vermelha patamar 2 passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 por 100 kWh consumidos, e pode subir novamente para R$ 11,50.

Mas a conta de luz também ficou mais cara por outro motivo: o reajuste anual das tarifas das concessionárias de energia elétrica.

Alagoas é um dos estados que já tiveram o reajuste, mas ainda muitos estados não passaram pelo o processo de reajuste tarifário. 

A nossa reportagem conversou com a Equatorial Alagoas, para saber como foi feito o reajuste em Alagoas,  eles enviaram uma nota de esclarecimento. 

Nota de Esclarecimento 

A Equatorial Energia Alagoas informa, que o reajuste tarifário 2021 para os clientes alagoanos, cerca de 1,17 milhão, entrou em vigor no dia 03 de maio, conforme a data que foi prevista no contrato de concessão de cada distribuidora. O reajuste faz parte do processo do processo conduzido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que é responsável por definir anualmente e manter atualizado o valor das tarifas das concessionárias de energia elétrica de todos os estados da federação. 

A Equatorial Alagoas manteve diálogo com a Aneel durante todo o processo contribuindo para que o efeito médio de Alagoas tivesse um impacto menor para os alagoanos. Além disso, ressalta-se que para o consumidor residencial o efeito médio do reajuste é de 6,53%, abaixo da inflação do período, medida pelo IPCA de 6,91%. 

Segundo a Agência Nacional, o conjunto de ações tomadas para mitigar as tarifas, entre elas a conta-covid e o reperfilamento do pagamento do financeiro da RBSE das transmissoras, colaborou para amenizar as tarifas e manter o reajuste em um dígito. O trabalho foi realizado com total transparência junto aos agentes e respeitando rigorosamente os compromissos previstos em contratos.

“A ANEEL e o Poder Concedente, em conjunto com as demais entidades setoriais e em diálogo com as empresas e associações, desenvolveram ações para mitigar parte do aumento tarifário que se observaria neste ano. O objetivo é preservar a capacidade de pagamento do consumidor e, por consequência, a sustentabilidade econômico-financeira da cadeia que compõe o setor elétrico”, disse a diretora Elisa Bastos, relatora do processo de reajuste da Equatorial Alagoas.

Mais informações sobre reajustes tarifários podem ser consultadas no endereço eletrônico www.aneel.gov.br no link entendendo a tarifa, e no aplicativo ANEEL Consumidor, disponível para dispositivos móveis Android ou IOS.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.