Terça, 25 de Janeiro de 2022 02:24
(82)99621-8631
Entretenimento Entretenimento

Justiça da Califórnia nega processo movido pelo “bebê do Nirvana”

Os advogados de Elden declararam que a imagem fez com que o bebê parecesse “um trabalhador do sexo – agarrando-se por uma nota de um dólar”

04/01/2022 15h06
Por: Alexandre Vieira Fonte: Metrópoles
Reprodução
Reprodução

A Justiça da Califórnia negou o processo iniciado por Spencer Elden, bebê que apareceu aos 4 meses de idade na capa do disco “Nevermind”, do Nirvana, em 1991. No ano passado, o jovem abriu um processo contra a banda sob a acusação de exploração sexual infantil comercial. Os advogados de Elden declararam que a imagem fez com que o bebê parecesse “um trabalhador do sexo – agarrando-se por uma nota de um dólar”.

De acordo com a BBC, a banda disse em dezembro que as alegações de Elden não tinham nenhum mérito e pediu o arquivamento do processo. Os advogados do grupo alegaram que, se a teoria de Elden fosse oficializada, qualquer pessoa que tivesse uma cópia do álbum “seria culpada pelo crime de posse de pornografia infantil”. “A alegação de Elden de que a fotografia na capa do álbum Nevermind é ‘pornografia infantil’ não parece séria”, disseram. Eles ainda destacaram que até pouco tempo Elden não parecia se incomodar com a notoriedade que a fotografia gerou. 

“Ele já refez a fotografia muitas vezes, tatuou o título do álbum, participou de um talk show fazendo uma paródia de si mesmo e usando um macacão em tom nude, autografou capas de cópias do álbum colocados à venda no eBay e usou esse contexto para tentar sair com mulheres”, argumentou a defesa da banda. Os advogados do jovem tinham até 30 de dezembro do ano passado para responder o pedido de anulação, mas perderam o prazo.

Segundo informações do jornal “The Guardian”, o processo acusava o total de 15 réus, incluindo membros da banda, Courtney Love (viúva de Kurt Cobain ), e a gravadora que lançou e distribuiu o disco desde 1991. Elden solicitava uma indenização de US$ 150 mil (aproximadamente R$ 787 mil) de cada um dos envolvidos e queria seu caso analisado por um júri.

Ele alega produção de pornografia infantil com a imagem, em que aparece nadando nu em direção a uma nota de um dólar, e diz que a situação provocou “sofrimento emocional extremo e permanente com manifestações físicas”. Além disso, o processo cita que ele nunca foi pago para aparecer na capa e que seus pais não assinaram uma autorização de direito de imagem.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Maceió - AL
Atualizado às 02h21 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 32°

24° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
83% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (26/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol e Chuva